sábado, 18 de outubro de 2008

es correr

Incitações meditivas

mediando intuitos
tribais

ribançando o corpo es cor rega

desagu Indo.

2 comentários:

Alexandra disse...

Thiago,

Adoro todas as suas poesias, até mesmo aquelas em que não compreendo direito lá na sua essência, às vezes, até parece um enigma. Mas mesmo assim, gosto porque as palavras me tocam, e quando, você me explica o significado de algumas delas eu percebo o quanto é magnífico o seu olhar sobre o mundo!!!! Na verdade, eu já vi desde o começo que você era diferente. Percebo também, como a vida pode ser simples e bonita.
As suas poesias, seus gestos e outras “coisitas más” me faz notar o quanto é bom estar ao seu lado.

Parabéns!!!!
Um beijo
Alexandra.

koisan uchoà disse...

re corro ao seus gestos, sonhos e morada.
carregamos as mesmas palavras...
beijos!!!